Os pneus no mercado - Premium, mid e budget

Pneus-TextoBase02

No mercado dos pneus, as marcas são normalmente divididas em três grandes famílias nas quais se enquadram, nomeadamente as marcas “premium”, as mais caras e tidas como as melhores, ainda as marcas “mid”, que podem revelar-se como boas opções na relação preço-qualidade, isto porque estão normalmente muito perto das primeiras, e ainda as marcas “budget”, com preços mais acessíveis , capazes de dar resposta às necessidades dos consumidores mas com características tecnológicas mais conservadoras. Os grandes construtores de pneus acabam assim por colocar no mercado diversas marcas, agrupadas segundo estas três famílias, cada uma a poder ser definida de modo próprio.

Quando se fala em pneus “premium” é de esperar que se tenha em conta os pneus de “topo”, e como topo não é possível ver apenas o material utilizado, mas também a tecnologia utilizada. Uma marca premium deverá transportar a capacidade de resposta acrescida dos seus produtos que lhe é conferida pela investigação tecnológica que efectua, isto porque tem que ser uma marca primeira no desenvolvimento de tecnologias, na capacidade de disponibilizar determinadas soluções e ser, no momento da concepção de uma nova viatura, um equipamento de origem. Depois, ainda para justificar o estatuto de premium, terá que ser uma marca virada para a sociedade, com preocupações ambientais nomeadamente através da disponibilidade efectiva para reduzir a pegada ecológica dos seus produtos.

Surgem num patamar seguinte as marcas “mid”, algumas que são tidas como “premium” em alguns mercados e que, também por via disso, a sua classificação nem sempre é fácil. A título de exemplo, no caso da família de produtos Brigdestone permitidos pelas Oficinas First Stop aos seus clientes, sendo a Bridgestone propriamente dita a marca premium, surge a Firestone como marca “mid”, sabendo-se ainda assim que em alguns mercados, como nos Estados Unidos, é tida, também ela, como marca “premium”. Nas marcas “mid”, porque têm, por norma, todas as características das marcas “premium”, acabam por ser distinguidas pelo posicionamento no mercado.

Aparecem por fim, no terceiro lugar, as marcas “budget”, que no caso da família de produtos Bridgestone referida acima são a Dayton e a Seiberling, em que algumas das características e tecnologias de ponta já não são utilizadas, até porque isso iria encarecer o produto final e deixariam estas marcas de conseguir o seu lugar específico no mercado. Neste último caso estamos perante pneus competitivos, que cumprem todas as necessidade de segurança e qualidade, mas que, naturalmente, não estão na linha da frente em termos tecnológicos, para permitirem preços distintos em patamares inferiores e serem desse modo competitivos no mercado global.

Pneus-Caixa02-B

Tags: pneus , premium , mid , budget

Facebook

Twitter

Sunday the 21st. | Home | Joomla 3 Templates Joomlaskins